skip to Main Content
Rádios Comunicadores: Como Escolher O Melhor Para Minha Empresa?

Rádios comunicadores: como escolher o melhor para minha empresa?

Os rádios comunicadores são muito utilizados por empresas de diversos segmentos, por oferecerem uma comunicação de longa distância sem os custos da telefonia celular. Se a sua empresa precisa fazer uma aquisição destes equipamentos você precisa estar atento a alguns pontos.

Dentro da comunicação a rádio existem modalidades diferentes de comunicação, algumas são controladas e supervisionadas pelos órgãos competentes e outras não. Então vamos as questões que você precisa estar atento:

Distâncias e frequências:

O primeiro ponto que você deve levar em consideração na hora de comprar um aparelho de rádio comunicação é o tipo de frequência.

Existem basicamente dois tipos de frequência, entenda qual a melhor para você:

UHF: O UHF é uma frequência ultra alta, que na maioria dos casos contém os custos de aparelhagem mais caros do mercado.

Este tipo de frequência é aconselhada para as empresas que precisam se comunicar em locais urbanos, com muitas barreiras criadas pelos seres humanos, como o aço e o concreto.

Então, se a sua empresa tem a intenção de utilizar a comunicação em áreas muito populosas e com um número considerável de barreiras esse é o melhor tipo de rádio.

Em comparação aos aparelhos VHF, na maioria das vezes, esse modelo tem uma autonomia de bateria inferior, mas isso não deve ser um problema, já que na maioria dos casos os talkabouts tem uma autonomia de 8 a 10 horas.

VHF: Os VHFs são aparelhos com uma frequência muito alta e são comumente usados nas comunicações entre aeronaves e no radioamadorismo.

Essa frequência é recomendada para o uso em áreas planas e sem muita interferência de barreiras. Já que a sua onda não é tão potente quanto as ondas dos aparelhos UHF.

Esse tipo de frequência é muito utilizada por empresas que atuam em áreas rurais e até mesmo em propriedades agrícolas. Se esse é o caso da sua empresa, então esta é a escolha certa.

Os aparelhos VHF são mais simples e tem um custo inferior aos aparelhos UHF. A longo prazo a economia com esses aparelhos aumentam, já que o custo com a manutenção das baterias é menor, por exigir menos energia para funcionar.

Autonomia da bateria:

Os modelos e marcas diferentes costuma apresentar uma performance de bateria diferente, por conta da tecnologia usada no aparelho, forma de transmissão, a presença ou não de displays entre outros fatores.

Por isso, é importante observar a necessidade da sua empresa. O aparelho vai ser utilizado durante quanto tempo sem ser recarregado?

Geralmente os modelos apresentam uma autonomia semelhante a carga horária de trabalho, mas isso deve ser bem observado na hora da compra de um talkabout.

Tipo de trabalho:

O tipo de trabalho também pode influenciar no modelo do aparelho que você precisa escolher. Dependendo do tipo de trabalho e as informações que os colaboradores vão trocar entre si você vai precisar de um modelo mais moderno.

Para trabalhadores que utilizam as duas mãos e não podem a todo momento apertar o PTT (botão que, na maioria dos modelos, é preciso apertar para emitir o sinal de voz) existem os modelos com reconhecimento de voz, que emitem o som sem a necessidade de acionar o botão.

Seguindo essas dicas você vai conseguir escolher um modelo adequado para suas necessidades.

Confira modelos de rádio comunicadores

Deixe uma resposta

Back To Top